22/06/2013

Conheça diferentes tipos de massagem que vão te ajudar


Quando o stress acumula, quase nada funciona melhor para desacelerar e recarregar as baterias do que se entregar a uma sessão de massagem. O bom é que não faltam alternativas de terapias para conseguir isso. Melhor ainda: dependendo da técnica escolhida, mais do que relaxar, a massagem age como tratamento que ajuda a melhorar a saúde e equilibrar o humor. Vários estudos já comprovaram que o toque libera oxitocina e serotonina, substâncias responsáveis por aliviar o stress, controlar a frequência cardíaca e a pressão arterial, turbinar a defesas do corpo e melhorar o humor. Um deles, publicado na Suécia, descobriu ainda que a técnica é uma aliada quando o assunto é melhorar o funcionamento do intestino. Ou seja, os motivos para incluir uma dessas terapias na rotina são muitos. Em dúvida no meio de tantas opções? A gente ajuda: é só definir o objetivo e escolher a massagem ideal para você. 

Operação detox

No corre-corre para dar conta de trabalho, compras de Natal e happy hours mil que surgem no fim do ano, quem paga o pato é a saúde: além de estressada, a gente precisa de disciplina em dobro para não esquecer de comer direito e beber bastante água. A esta altura do campeonato, com o verão chegando e o biquíni esperando para sair da gaveta, os cuidados para evitar celulite e gordura localizada merecem uma mãozinha da estética.

Aposte em: drenagem linfática. 


Como é:
 a ideia é ativar a circulação, melhorar a oxigenação das células e eliminar o excesso de líquido e toxinas no organismo, o que reflete em menos inchaço e celulite e até na diminuição de alguns centímetros da silhueta, dependendo do grau de retenção hídrica que você tem. Os movimentos, geralmente levinhos, são em pontos específicos do pescoço para baixo (como virilha, axilas e atrás dos joelhos), sempre no sentido da linfa (espécie de soro com nutrientes e toxinas), para estimular a eliminação dela. Para quem tem gordura localizada e celulite, é possível combinar a técnica com movimentos de amassamento, mais vigorosos, típicos da massagem modeladora.

Quando fazer: duas vezes por semana.

Músculos prontos para outra

A ansiedade para entrar em forma a tempo de caber no biquíni, somada à rotina irregular de atividade física por causa da agenda cheia nessa época, faz muita gente pegar pesado no treino e malhar com pressa e, de um jeito ou de outro, acaba sobrecarregando os músculos e provocando dores.

Aposte em: massagem esportiva.

Como é: “Além de aliviar as dores depois de uma semana puxada de treino, esse tipo de terapia com toque geralmente mais vigoroso do que uma massagem relaxante comum ajuda a tonificar e alongar os tecidos musculares, ativa a circulação, reduz o acúmulo de ácido láctico (que causa a dor no dia seguinte à ginástica), dissolve nódulos e contribui para realinhar as costas”, explica Ana Markowski, proprietária do Fit Spa, em São Paulo. É possível focar a sessão no tipo de esporte que você pratica – por exemplo, nas pernas e costas se você corre; nos braços e ombros para quem joga tênis. O especialista pode realizar as manobras com óleos com ação estimulante, desintoxicante ou relaxantes, dependendo do seu objetivo.

Quando fazer: uma vez por semana, se você malha pesado com frequência. Técnicas mais focadas devem ser orientadas por uma fisioterapeuta.

Desejo a mil

Verão, calor e férias são um convite para transar mais. Por isso mesmo, investir numa terapia que relaxe e, de quebra, dê uma turbinada na libido é mais do que bem-vindo.

Aposte em: massagem tântrica.

Como é: o objetivo é atuar nos centros de energia do corpo e trabalhar possíveis desequilíbrios que possam levar a problemas como falta de desejo. Para quem acha que vai ficar tímida, um aviso: “Não é preciso estimular a região genital para que a mulher entre em contato com sua sexualidade”, fala Chandra Veeresha, terapeuta do centro de terapias Templo da Lua, em São Paulo. A massagem é feita da cabeça aos pés, de frente e de costas e pode combinar manobras fortes, para descontrair a musculatura, com movimentos lentos, longos e circulares – a intenção é despertar cada parte do corpo por meio do toque delicado e aumentar a consciência para aquilo que faz você sentir prazer. Na maioria das vezes, utiliza óleos, aromas e música que estimulem os sentidos e favoreçam o relaxamento e a entrega àquele momento. O toque também estimula o prazer porque aumenta a produção de endorfina e serotonina. E você pode aproveitar a oportunidade para aprender como aplicar a massagem na hora H com seu amado.

Quando fazer: sempre que desejar dar uma aquecida na relação.

Emoções em equilíbrio

Já que fim de ano é tempo de fazer um balanço da vida, por que não incluir no pacote uma sessão de massagem que vai conectá- la com suas emoções e ajudar a pensar em tudo que deseja para o ano que vem pela frente?

Aposte em: massagem ayurvédica.

Como é: você fica deitada e sentada durante a sessão para receber a massagem indiana com toques vigorosos realizados com as mãos, os pés, os cotovelos e os antebraços. A ayurvédica tem um pacotão de benefícios: estimula a circulação, libera toxinas, descontrai e alonga os músculos, alivia as tensões, ajuda a realinhar a postura, fortalece o sistema imunológico, melhora a flexibilidade e a mobilidade das articulações... ufa! Ainda reequilibra os chacras (centros energéticos espalhados pelo corpo), o que funciona como uma calibragem dos sistemas físicos e emocionais. As manobras passam pelo corpo inteiro, inclusive pés,abdômen e couro cabeludo, e utilizam óleo – de preferência escolhido de acordo com seu dosha (espécie de biótipo ou personalidade dentro da medicina ayurvédica), que pode ser identificado com um questionário para detectar a prevalência de certas características físicas e de comportamento.

Quando fazer: duas vezes por mês.

Um comentário:

  1. Massagem é tudo de bom!E qdo alem de relaxar ajudam perder medida então, são o paraiso!
    Beijão da Patty ♡
    Temperando em família
    Padrinhos de uma flor
    Nana Pinho em Cores

    ResponderExcluir