30/09/2011

Casa para aeroporto: conheça o Sleepbox!


Foto:    Reprodução
Sleepbox já está sendo usado na Rússia.
Se você é um verdadeiro viajante e vive em aeroportos, sabe o quanto é difícil suportar os grandes atrasos dos vôos naquelas cadeirinhas desconfortáveis. O projeto Sleepbox, desenvolvido pelo estúdio russo Arch Group, pode ser a grande saída para esses problemas – principalmente com a chegada do final do ano, quando todo mundo quer sair de férias e curtir uma boa viajem.
Foto:    Reprodução
O projeto visto por dentro
O Sleepbox é uma pequena cabine com camas feitas para aeroportos, estações de trem ou até mesmo albergues. O objetivo da criação é oferecer um ambiente seguro e confortável para os mochileiros de plantão, que não têm tempo de sobra para ficar em hotéis. Dentro de cada Sleepbox há duas camas, espaço para armazenar a bagagem, saídas para laptop ou telefones, uma lâmpada de leitura e uma televisão.

Foto:    Reprodução
A parte interna da casa para aeroporto

O projeto já é uma realidade na Rússia e pode ser encontrado no Aeroporto Internacional de Moscou. Eles podem ser alugados por 15 minutos ou por horas.
Bem que o Sleepbox podia chegar aos aeroportos brasileiros, não é mesmo? O problema é que provavelmente eles ficariam lotados em tempos de caos aéreo.

Foto:    Reprodução

Desejo uma ótima sexta-feira a todos!




28/09/2011

Conheça o concurso: ''British Wildlife Photographer''

A terceira edição do concurso 'British Wildlife Photographer' reúne as melhores fotografias que retratam a diversidade da vida selvagem britânica. A foto vencedora foi a deuma água-viva no mar de uma ilha escocesa, tirada pelo fotógrafo Richard Shucksmith.

Vida selvagem britânica(BBC Brasil)

O concurso foi criado em 2009 com o objetivo de celebrar o talento de fotógrafos amadores e profissionais, destacando a grande riqueza e diversidade da história natural britânica.
Cerca de 70 imagens escolhidas serão expostas ao longo de um ano em diversos locais de exibição na Inglaterra, Escócia e País de Gales. A primeira exibição será aberta em Londres no dia 14 de outubro de 2011.
Aqui vamos mostrar algumas das fotos para vocês sentirem a intensidade que a imagem nos remete.
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (Ross Hoddinott - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
Este inseto, pousado sobre um crisântemo no verão da Cornuália, rendeu a Ross Hoddinott o primeiro prêmio na categoria Estações Britânicas.
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (Oliver Wilks - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
Esta raposa foi flagrada despertando de sua soneca pelo jovem Oliver Wilks, de 16 anos.
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (Mark Smith - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
Mark Smith venceu na categoria 'Retratos Animais' com esta foto de um cervo sob um fundo de 'bruma mística'. ''Ouvi este cervo antes de vê-lo, e usando a bruma e a direção do vento como proteção, consegui achar uma boa posição e montar o tripé antes que ele percebesse minha presença.''
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (Rana Dias - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
Rana Dias venceu a categoria 'Natureza no Meu Jardim' com a foto desta abelha pousada sobre um cacho de amoras negras.
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (David Biggs - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
Para tirar esta foto de uma revoada de andorinhas sobre a árvore, que venceu na categoria 'Natureza Urbana', David Biggs disse que teve de subir nos móveis de seu jardim.
Concurso premia as melhores fotografias tiradas na Inglaterra, Escócia e País de Gales (Graham Eaton - BBC Brasil - British Wildlife Photographer Awards)
O Prêmio Britânico de Fotografia Natural (BWPA, na sigla em inglês) deu o primeiro lugar na categoria Paisagens Vivas a esta foto de Graham Eaton, Conectividade. O lago se chama Llyn Idwal, no País de Gales.
Paisagens emocionantes, animais na sua rotina.. entre outros momentos fotografados, mostram o quanto a natureza pode ser ampla e bela, e que as vezes não damos a importância necessária para ela, pois afinal hoje ainda não nos faz falta muitas coisas provenientes do meio-ambiente, mas amanhã podemos não ter tudo que hoje é indiferente no nosso cotidiano.
Admire, respeite e ajude sempre que possível não só a natureza, mas os animais, as plantas, os relevos, as montanhas, enfim, tudo que compõe um meio.
Espero que tenham gostado.
Uma ótima quarta-feira a todos!

27/09/2011

Aprenda como se divertir no seu ambiente de trabalho!


É possível ser feliz no trabalho?
Nem todo mundo trabalha com aquilo que mais gosta, porém isso não quer dizer que o trabalho não possa ser prazeroso. Pelo contrário, boas doses de alegria nos tornam mais eficazes e produtivos. A consultora de carreira Lindsey Pollak reuniu
cinco dicas de como se divertir mais na rotina do escritório. Confira:

Cumpra as tarefas mais chatas logo pela manhã.

Isso deixa o dia livre para você tocar os projetos que lhe dão mais prazer. Também alivia a preocupação, para o resto do dia, com as atividades entediantes que você teria que fazer.


Saia do escritório para almoçar.

Nada de comer a sua marmita entre um relatório e outro sobre a sua mesa. Ainda que você traga comida, prefira outro ambiente, que não seja a sua mesa, para almoçar. Isso é uma ótima oportunidade de encontrar novos amigos e conversar. Mas se fazer isso todos os dias se tornar caro, faça pelo menos uma vez por semana.

Participe de outros projetos da empresa.

Envolver-se com coisas diferentes é outro jeito de tornar o trabalho mais agradável. Pergunte ao chefe se existem novos projetos para os quais você possa dar alguma contribuição. Ainda que seja pequena, pode distraí-lo e ainda soma pontos com a chefia no quesito “pró-atividade”. Mas tome cuidado para não ficar sobrecarregado. Entre diversificar e acumular trabalho demais, fique com a terceira opção: continue como está até conseguir uma oportunidade para aliviar a agenda.

Envolva-se com eventos fora da rotina de trabalho.

A autora faz a comparação: assim como as aulas de música ou educação física deixavam a rotina no colégio mais divertida, existem atividades relacionadas à empresa que podem alegrar o dia a dia. Pode ser jogar futebol ou participar de um grupo de leitura com os colegas de trabalho. Isso acaba sendo uma forma de associar os colegas de trabalho à sua diversão.

Comemore pequenas e grandes conquistas.

A maioria dos escritórios, diz Lindsey, compram bolo e bexigas quando alguém faz aniversário. Mas poucos celebram as conquistas do trabalho. Uma boa dica é fazer uma comemoração da próxima vez que um projeto for bem sucedido. Pode ser um jantar caprichado, sair para ver um filme no meio da tarde ou contratar um massagista para ir ao escritório. Além de curtir a recompensa na hora em que ela acontece, os funcionários ficam esperando por ela.

São esses pequenos detalhes, que passam despercebidos por nós, que fazem a diferença na hora de se obter um ambiente de trabalho mais agradável. Mas esse problema com a “famosa” rotina acontece pelo fato das pessoas estarem tão acostumadas com a mesmice, que acabam se esquecendo de procurar novos métodos e alternativas para escapar desse mal. E você, tem mais dicas?
Espero que vocês aproveitem as dicas e juntem o útil ao agradável, afinal é possível ter um bom desempenho nas suas funções, mas ter também um dia bastante divertido!

Uma ótima terça-feira!


24/09/2011

Rock In Rio: Confira o que rolou na primeira noite

Ontem, sexta-feira (23) começou o maior evento de música do país, o Rock In Rio. E o que não faltou nessa maravilhosa festa da música nacional e internacional, foram grandes atrações.Com pontualidade brasileira, o Palco Mundo foi aberto por ícone de outros tempos de festival. Dono de um dos shows mais históricos da primeira edição do Rock in Rio, Freddie Mercury regeu a platéia de 1985 e de 2011 no coro de “Love Of My Life”. No público, muita gente nova, mas muita gente com idade para ter visto o Queen ao vivo.
Do telão, Freddie literalmente passou a batuta para Roberto Minczuk, maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira, que ao lado de Milton Nascimento e Tony Beloto executou uma grandiosa versão do tema do festival. O Rock in Rio estava oficialmente aberto.


Foi a deixa para Paralamas do Sucesso e Titãs subirem ao palco. O show foi aberto por uma que já era sucesso na edição de 85, “Óculos”, na voz de Paulo Miklos. O público reagiu na hora, mãos para cima, muitas palmas e letra na ponta da língua. “Sonífera Ilha” veio em seguida, deixando mais claro que o tom da apresentação seriam hits de décadas atrás.
Entre os destaques da apresentação, foi a apresentação da convidada Maria Gadú que cantou “Lourinha Bombril” dos Paralamas e da música "Meu Erro" que marcou o melhor momento do show.

Com 20 minutos de atraso, sobe ao palco a cantora Claudia Leitte com seus looks muito chamativos e sensuais.
Talvez preocupada com a recepção do público da “maior festa da música do mundo”, em suas próprias palavras, Claudia Leitte preferiu não arriscar e lançou logo no início os hits “As Máscaras” e “Beijar na Boca”. A segunda ainda teve direito a um pedacinho de “(I Can’t Get No) Satisfaction”, dos Rolling Stones, com direito a muitas caras, bocas e fogo no palco.


Suada após pular muito já nas duas primeiras músicas, Leitte faz a primeira das várias versões que levaria ao palco ao longo da noite: a clássica “Manguetown”, do Nação Zumbi, foi emendada na dançante “Caranguejo”, que literalmente levantou poeira na Cidade do Rock. “Senhoras e senhores, vocês estão no Rock In Rio, mas eu quero que vocês se sintam como se estivessem em pleno carnaval de Salvador”, brincou a cantora, antes de incentivar o público a pular de um lado para o outro no refrão.
Elixir, Locomotion Batucada, Samba entre outras músicas consagraram o show da cantora.

Logo depois, uma das apresentações mais esperadas da noite sobe ao palco.
Em seu primeiro show no Brasil, Katy Perry surgiu do alto de seu palco cor de rosa, como num passe de mágica, descendo até o chão numa nuvem purpurinada, diante de uma Cidade do Rock lotada e barulhenta. Era só mais uma demonstração do que se mostraria o show mais produzido da noite até o momento. Sem perder tempo, a cantora americana mais pop do momento disparou “Teenage Dream”, hit que dá nome a turnê, arrancando gritos da platéia ansiosa e, logo depois, emendando com a animada Waking Up In Vegas”.


Katy deu introdução de “Peacock”, sua criação mais sacana onde, num recado a algum affair, dispara: “I want to see your peacock, cock, cock”. Na plateia, mães arregalam os olhos diante não só do trocadilho, como dos movimentos sugestivos da cantora com o microfone brilhante, enquanto canta para um mar de meninas adolescentes que acompanham os versos do refrão a plenos pulmões.
“O Rio é o lugar mais sexy em que já estive”, revelou a cantora ao fim da música, ofegante e mantendo a personagem provocadora. “Mas eu nunca provei um brasileiro na vida”, instigou, caçando na plateia a sua presa. E ordenou: quem quisesse subir ao palco com ela devia ser o primeiro a tirar a camisa. O mais rápido foi Julio Cesar de Salvo, 24 anos, que de mero instrutor de informática de Sorocaba foi ao estrelado em poucos segundos. O sortudo não só subiu ao palco de Katy Perry diante de mais de 60 mil pessoas, sem camisa, como descolou alguns beijos (e outras safadezas) com a cantora.

Cantora convidou garoto brasileiro ao palco; fã ganhou beijo na bochecha e um chega pra lá. Foto: Fernando Souza/O Dia

Em seguida, Katy Perry manteve a sessão “pesadelo da família” com “I Kissed a Girl”, para mais arrepios das mães na platéia. A música – que é o primeiro grande hit da cantora no Brasil – foi cantada do início ao fim pelo público, contrastando com a escolha seguinte, “Circle The Drain”, que não é tão conhecida por aqui e foi recebida com menos empolgação. Pouco depois, Katy Perry ficou sozinha no palco, com um violão e uma bandeira do Brasil transformada em vestido para tocar aquela que seria “sua música favorita do publico brasileiro”, a balada “Thinking of You”, voltando a arrancar gritos do público.


Parece que a noitada animadíssima de Katy Perry com Rihanna no Rio não abalaram em nada a cantora, que se manteve no pique até o final, para quando guardou seus maiores hits. Com a dobradinha “Last Friday Night” e “Firework” (a sua favorita, ela revelou) a catarse do público culminou numa explosão de fogos no palco. “California Girls”, outro forte single do ultimo disco, encerrou o setlist, com direito a prometida chuva de espuma, arremessada por uma espécie de arma, manuseada sem piedade pela cantora

A próxima atração, menos esperada pelos jovens e mais aguardada pelos mais velhos, foi a do cantor Elton John. Acompanhado de uma banda afiadíssima, o Sir focou em hits dos anos 70 num show que emocionou sem esforço.


Ao contrário de todos que tinham passado por ali, Elton não tinha nada mais a provar e essa leveza aparecia estampada nas clássicas olhadas de boca aberta que dava de vez em quando.
Os sucessos foram se enfileirando (“Honky Cat”, “Don’t Let The Sun Go Down On Me”, “I Guess That’s Why They Call It The Blues”). No entanto, um dos momentos mais emocionantes ficou com a recente “Hey Ahab”, um rock potente lançado ano passado que teve direito a um vocalise incrível de uma das backings de Elton.


Já próximo do fim da apresentação, Elton pinçou “Skyline Pidgeon” do seu primeiro álbum, de 69. A balada abriu caminho para o sucesso “Bennie And The Jets”, cantado a plenos pulmões pelos poucos fãs que exibiam tímidos cartazes “Elton We Love You”.

Uma hora após o previsto no cronograma oficial, Rihanna subiu ao palco para fazer o último show da primeira noite de Rock In Rio. A cantora acalmou aos fãs que vaiavam histéricos a demora.
Após uma troca na ordem dos shows feita pela produção do evento na última hora, RiRi não fez feio e segurou a onda de se apresentar após Sir Elton John.
A cantora abriu o show com “Only Girl (In The World)”, cantado a plenos pulmões pelo público majoritariamente adolescente que momentos antes havia “expulsado” Elton John – dizem que o cantor saiu aborrecido do palco após gritos pelo nome de Rihanna. Em seguida, emendou com “Disturbia”, hit retirado do álbum “Good Girl Gone Bad”.


O primeiro cumprimento ao público só veio na terceira faixa, “Shut Up And Drive”. Desbocada, Rihanna pede ao “Rio” que coloque as mãos para o alto com o auxílio de uns bons palavrões. Seria uma das poucas saudações à plateia ao longo da noite – a mais animada viria adiante, antes de “Cheers”, com direito a um brinde com um shot, como sugere a canção.
Além de Shut Up And Drive, Cheers, S&M, Raining Men, Hard, Live Your Life, Run This Town, California King Bed, Rude Boy, entre outras, as músicas “Don’t Stop The Music”, “Love The Way You Lie” e o hit máximo “Umbrella”, seguida de muitos fogos, encerraram a apresentação e a primeira noite do festival.

Animação não faltou na primeira noite do evento, agora é só conferir a programação de hoje que conta com NxZero, Stone Sour, Capital Inicial, Snow Patrol e Red Hot Chili Peppers, transmitido ao vivo pelo canal fechado, Multishow (e também pela internet).
Não percam, e tenham um ótimo final de semana!

22/09/2011

Máscara para cílios: descubra os principais tipos e os seus usos


Use e abuse de um olhar marcante, poderoso e sexy!
A máscara de cílios é um item essencial e necessário na hora de fazer uma make. E a aplicação do rímel pode até parecer simples, mas pequenos detalhes fazem toda a diferença na hora de criar um look sensual. E foi pensando nisso, que hoje eu decidi postar algumas dicas sobre os tipos mais comuns de máscaras para cílios, o modo de usar cada um deles e um passo a passo para você ficar com um olhar extremamente lindo e poderoso. Afinal, que mulher não gosta de se sentir atraente, né? Prontas para arrasar?

Toque de mestre

"Usar máscaras com diferentes funções é uma das minhas técnicas para um olhar sexy. Que tal depois de alongar seus cílios investir em um produto que dá volume? Espere secar a primeira camada e ouse no mix! Assim você terá olhos duas vezes mais hipnóticos." - Kaká Moraes
 
Passo a passo: tenha um olhar poderoso! 




Ilustração: Silvia Campos


1. Atenção na posição ideal para turbinar o look: em frente ao espelho, levante o queixo levemente e deixe os olhos soltos. Lembre-se de tirar o excesso de produto do aplicador antes de começar.

2. Em um único movimento, aplique a máscara nos cílios superiores da raiz às pontas, seguindo do canto externo para o interno.

3. Para turbinar os cílios inferiores, o segredo é escolher o pincel. Prefira as máscaras com aplicadores menores e mais finos, e, então, apenas encoste o pincel nos pelinhos para não borrar.

Diferença dos pincéis 
 
Foto: Mauricio Nahas

1. Bojudo: ideal para dar volume extra.


2. Bolinha: alonga e ajuda a controlar a quantidade de produto.

3. Fino: ideal para colorir os cílios inferiores.

Sugestão de produtos
 


Foto: Divulgação


1. High Impact Curling Mascara Clinique, R$ 69*


2. Super Shock Avon, R$ 19*

3.
Máscara Telescopic Explosion L'Oréal Paris, R$ 45


Essa matéria me chamou a atenção pelo seu conteúdo, que por sinal eu achei ótimo, e eu espero que vocês gostem do post, pois além de ser bastante útil para o nosso dia-a-dia as dicas são fáceis, e fazem toda a diferença para quem quer obter um olhar marcante e bem sensual. As dicas e o passo a passo foram retirados do site da NOVA.

Bom final de semana para todos vocês!

20/09/2011

Qual foi o show da sua vida?

Foto:  Shutterstock
Jornalistas e produtores musicais contam qual o show que mais marcou suas vidas.

O mês de setembro promete ser incrível para o mundo da música. Grandes bandas como Metallica, Guns n’ Roses, Coldplay e Red Hot Chilli Peppers irão tocar em terras brasileiras em apresentações que deverão entrar para a história no Rock in Rio. E como já estamos nos aquecendo para a maratona musical que vem por aí, pegamos as preferências dos jornalistas e produtores musicais que responderam qual o show mais marcante da vida deles. Confira:
Zeca Camargo, apresentador e jornalista
"Os dois shows que marcaram muito foram: Rolling Stones na praia de Copacabana e U2 no estádio do Morumbi. Os dois shows aconteceram em fevereiro de 2006 e foi fantástico. Duas mega bandas de gerações diferentes que tive a honra de apresentar o show. Foi difícil controlar a emoção.”



Sarah Oliveira, apresentadora e ex-VJ da MTV
“Tem um show muito especial que é do REM, em Milão, em 2005. Eu tinha acabado de entrevistar o líder da banda e uma das pessoas mais admiráveis do mundo da música, Michael Stipe. Fiz meia hora de exclusiva com ele no camarim do show. Quando a entrevista terminou, eu já estava tocada e envolvida por mil coisas profundas que o Stipe tinha falado sobre música e arte e de como isso o influenciava em suas relações. Aí, o show começou e eu me debulhei em lágrimas de tanta emoção. Foi incrível."


Marcus Preto, jornalista e crítico musical do jornal Folha de S. Paulo
“São dois: o primeiro que fui, em 1987, e o primeiro que vi mais de uma vez (vi mais de 15 vezes, na verdade), em 1991. O de 1987 era de Guilherme Arantes, que, àquela altura, estava estouradíssimo com a música Um Dia um Adeus. Eu chorava toda vez que ouvia, pois vinculava à paixão que vivia na escola. Ainda era adolescente e minha mãe não deixaria eu ir ao show sozinho. Então, consegui convencê-la a comprar dois ingressos: um pra mim, outro para a irmã dela, minha tia Celeste. Ver um artista que eu admirava tanto atuando ao vivo mudou minha vida pra sempre. O de 1991 era de Rita Lee. Chamava Bossa n'Roll. Foi a primeira vez que a vi de perto (incluindo tietagem no camarim, autógrafos em capas de discos e tudo mais). Logo Rita, que era, então, minha artista predileta (acho que ainda é, acho que sempre vai ser). Ali eu entendi o que era Rita Lee (será?) e defini que música seria o eixo da minha vida.”


Paulo Terron, editor da revista Rolling Stone
“O show mais marcante que eu vi foi um evento beneficente do David Lynch no Radio City Music Hall, em Nova York, em 1999. O que me levou até lá foi o anúncio: Paul McCartney featuring Ringo Starr. No fundo eu nem acreditava que os dois ex-Beatles fossem tocar juntos, mas para mim já estava de bom tamanho poder ver apresentações dos dois, em separado. A noite foi incrível, com shows de Eddie Vedder, Ben Harper, Bettye Lavette, Moby e mais uma lista infinita de artistas. O show do Ringo foi atípico: como ele não estava em turnê, a banda do Ben Harper serviu de apoio. Nos backing vocals estavam Vedder e a Sheryl. O McCartney subiu ao palco e tocou impecavelmente, como ele sempre faz. Até que anunciou: “Eu gostaria de chamar o meu amigo Billy Shears”. A banda começou a tocar “With a Little Help from My Friends” e o Ringo entrou cantando. Foi um momento mágico: a vida toda somos ensinados que nunca veremos mais de um beatle ao mesmo tempo – e ali naquele palco algo mágico estava acontecendo. Vai ser difícil presenciar algo mais especial.”


Marcelo Ferla, jornalista, escreve sobre música na Criativa
“Um dos shows da minha vida foi em 12/05/1987, no Gigantinho, em Porto Alegre. O Echo & the Bunnymen veio ao Brasil no auge, e sempre cita aquela turnê como a melhor de sua carreira. Na capital sulista, cidade portuária e com um frio úmido digno de Liverpool, especialmente naquele sábado, parecia estar em casa. E eu vi tudo de muito perto: fui o sexto da fila.”
No vídeo abaixo, Echo And The Bunnymen em outra apresentação em Porto Alegre.


Entre as respostas dos jornalistas e produtores, um show que eu ainda quero assistir com toda a certeza do mundo, é o do Paul McCartney. E vocês? Qual foi o melhor show que vocês já foram? E qual vocês ainda querem assistir?
Uma ótima terça-feira!

18/09/2011

Confira como filmes podem ajudar na sua carreira!

Especialistas indicaram dez filmes que podem ajudar o profissional a refletir sobre a carreira.

Hoje em dia se tornou comum encontrar profissionais que desejam aprimorar seus conhecimentos na área que desejam seguir carreira, e para isso esses profissionais podem optar por diversos meios como treinamentos, palestras, coaching, entre outros. Mas uma das maneiras mais divertida, diferente e com um preço bastante acessível é assistir filmes.
E foi pensando nisso que o Portal InfoMoney conversou com duas especialistas, a psicóloga e coordenadora de Carreiras da Veris Faculdades, Jamile Ferraresso, e a professora de Gestão de Pessoas da Pós-Graduação da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), Fátima Motta. Ao todo, elas indicaram dez filmes que podem ajudar o profissional a refletir sobre a carreira, o ambiente de trabalho, colegas, chefe, desafios e até mesmo sobre seus desejos e objetivos profissionais.
Veja abaixo os filmes indicados pelas duas especialistas:


• Incontrolável
(Unstoppable/ EUA/2010): por falta de atenção, um funcionário se descuida de uma locomotiva carregada de carga tóxica que a qualquer momento poderá causar um grande acidente. Para evitar a tragédia, o condutor (Chris Pine) e um maquinista experiente (Denzel Washington) têm de elaborar um plano para tentar parar a locomotiva desenfreada.
Lição: no filme, é possível refletir sobre diversas questões como, por exemplo, a importância do trabalho, indiferentemente de qualquer que seja a função exercida, sobre a valorização do profissional que faz o seu trabalho seriamente, a importância do líder conhecer bem o seu trabalho para poder o gerenciar, a importância de separar os problemas pessoais dos profissionais, e a humildade que é fundamental para qualquer profissional.


• A Grande Virada
(The Company Men EUA/2011): Bobby Walker (Ben Affleck) aparentemente não tem do que reclamar de sua vida: tem uma ótima família, um bom emprego e um Porsche na garagem. O que ele não esperava era que, devido a uma política de redução de pessoal da sua empresa, a GTX (Global Transportation Systems), ele fosse demitido. A mudança faz com que ele tenha de redefinir sua vida, lutar para retornar ao mercado de trabalho, manter a auto-estima e traçar um plano de carreira.
Lição: o filme estimula a reflexão sobre as mudanças do mercado de trabalho, nos mostra que o desemprego pode bater na porta de qualquer um a qualquer hora, a questão do trabalho x valores pessoais, a importância e os benefícios de planejar os pontos fortes e fracos da sua profissão, e nos mostra principalmente como é necessário trabalhar a auto-estima.

• O Diabo Veste Prada
(The Devil Wears Prada EUA/2006): a jornalista recém-formada Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jovem que conseguiu um emprego na Runaway Magazine, a mais importante revista de moda de Nova York. Ela passa a trabalhar como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da revista. Como assistente, ela tenta lidar com as exigências de sua chefe, entrando em conflito de personalidade, pois não consegue conciliar o difícil  trabalho com a família, os amigos e o namorado.
Lição: no filme, é possível refletir sobre a missão, a visão, os valores e qualidade de vida que qualquer emprego traz para o seu profissional, e nos mostra também até que ponto uma pessoa pretende chegar para alcançar seus objetivos.

• À Procura da Felicidade (The Pursuit of Happyness EUA-2006): Chris Gardner (Will Smith) é um  pai solteiro que enfrenta sérios problemas financeiros e precisa cuidar de seu filho de apenas cinco anos. Para conseguir um emprego melhor ele tenta usar a sua habilidade como vendedor, a fim de conseguir um salário que consiga dar uma criação digna a seu filho.
Lição: determinação e persistência frente a desafios, comprometimento e responsabilidade tanto profissional como pessoal.

• Forrest Gump – O Contador de Histórias
(Forrest Gump EUA/1994): Forrest Gump (Tom Hanks) é um homem com o QI (Quociente de Inteligência) abaixo da média. É uma pessoa ingênua que enxerga o mundo por uma perspectiva diferente. Forrest encontra uma forma de se livrar da sua solidão correndo, mas acaba se encontrando sem rumo e direção.
Lição: no filme, é possível refletir sobre o autoconhecimento, a resiliência, a automotivação e o planejamento de carreira.

• Sociedade dos Poetas Mortos (Dead Poets Society EUA/1989): em uma tradicional escola preparatória, um ex-aluno (Robin Williams) se torna o novo professor de literatura, mas seus métodos de incentivar os alunos a pensarem por si mesmos cria um choque com a cultura ortodoxa do colégio.
Lição: no filme é possível refletir sobre lições de liderança, pensamento crítico e de como se tornar uma referência profissional.

• Coach Carter – Treino Para a Vida
(Coach Carter – EUA/2005): Ken Carter (Samuel L. Jackson) aceita ser o técnico de basquete de sua antiga escola, em que conseguiu recordes e que fica em uma área pobre da cidade. O novo treinador impõe um rígido regime, em que os alunos tenham de assinar um contrato se comprometendo em tirar boas notas e ter um comportamento respeitoso. As normas impostas contrariam os alunos, as mães dos alunos, os professores e a comunidade.
Lição: o filme aborda aspectos da liderança, que transmite à equipe o significado de uma visão maior, e mostra a importância na construção de equipes.

• Ritmo Total
(Drumline EUA -2002): O jovem baterista Devon Miles (Nick Cannon) é um adolescente que acaba de se formar no Ensino Médio em Nova York. Após a formatura, Devon parte para Atlanta para fazer parte da Atlanta A&T University, uma universidade que tem historicamente jovens de maioria negra e talentosos na sua banda.
Lição: o filme aborda a importância do trabalho em equipe para se conseguir resultados extraordinários. Além disso, foca o quanto a individualidade pode ser prejudicial e pouco produtiva.

• Um Domingo Qualquer
(Any Given Sunday EUA/1999): Os bastidores do futebol americano, passando desde os jogadores até os treinadores, a mídia e os donos de times, que controlam o jogo como um grande negócio que lucra milhões de dólares todo ano.
Lição: no filme, é possível aprender sobre superação, trabalho em time e liderança em um ambiente competitivo.   

• Mudança de Hábito
(Sister Act EUA/1992): Deloris Van Cartier (Whoopi Goldberg) é uma cantora que acidentalmente testemunha um assassinato cometido pelo seu namorado, o gângster Vince LaRocca (Harvey Keitel). Enquanto tenta capturar Vince, um detetive, Eddie Souther (Bill Nunn), é encarregado de protegê-la. Deloris é colocada no programa de proteção às testemunhas e é mandada para um convento em São Francisco disfarçada de freira, usando o nome de irmã Mary Clarence.
Lição: no filme, é possível discutir questões como exercer a influência em rede, com pares e superiores, para conquistar resultados em equipe. Além disso, o filme trabalha a adaptação a mudanças e novos cenários.

Espero que vocês gostem da matéria, e aproveitem esses filmes para aprender um pouco mais sobre as dificuldades que o mercado de trabalho impõe para todas as pessoas. Esses filmes são lições vindas da tela do cinema diretamente para a vida real, afinal, tenho certeza que existem milhares de pessoas que já se encontraram em situações como essas acima.
Uma ótima segunda-feira para todos vocês, que todos nós tenhamos uma excelente semana!


16/09/2011

Conheça as baías mais bonitas do mundo!

Baía pode ser simplesmente definida como uma porção do mar ou do oceano parcialmente cercada por terra. Mas a explicação não é suficiente para representar a beleza de algumas delas e sua importância para a economia das cidades que cresceram ao seu redor, para as quais servem de porto. Para valorizar alguns destes pontos, foi criada a associação The Most Beautiful Bays in the World. O clube das baías mais bonitas do mundo é uma associação internacional, sediada na cidade francesa de Vannes. Ao todo, foram eleitas 33 baías, de 27 países. A única representante tupiniquim é a Praia do Rosa, uma pequena e charmosa baía na cidade de Imbituba, em Santa Catarina.Para entrar neste seleto grupo são analisados diferentes aspectos, além da beleza propriamente dita. O local deve possuir outras características, como estar em uma área de proteção ambiental, ter uma fauna e flora interessantes, ser conhecida e apreciada pela população local e regional ou ter certo potencial econômico.
Conhecido alguns critérios, confira sete das baías mais bonitas do mundo.

1-     Baía de Kotor – Montenegro

Na pequena Montenegro, a baía de Kotor, também caracterizada como o fiorde mais ao sul da Europa, faz valer a sua presença na lista de mais belas do mundo. Com uma área total de 88 km², guarda ao longo da costa a pitoresca cidade de Kotor, patrimônio da humanidade pela Unesco, que cresceu em torno de seu bem-preservado Stari Grad (centro histórico). Esta vila murada medieval, aos pés da montanha, é um labirinto de vielas que ligam praças a igrejas e antigos casarões.
 2- Golfo do Morbihan (Quiberon Bay) – Bretanha, França


No Sul da região francesa da Bretanha, o golfo do Morhiban é uma baía que guarda 42 pequenas ilhas, muitas delas pertencentes a celebridades e milionários. As mais visitadas pelos turistas são as duas maiores, Île-aux-Moines e Île-d’Arz, que oferecem uma bela vista do continente. Os visitantes costumam se hospedar na charmosa cidade histórica de Vannes, cercada por uma muralha, com ruas de pedras e centenárias casas de madeira. 
 3- Baía de Nha Trang – Khanh Hoa, Vietnã

Ao Sul do Vietnã, a região da baía de Nha Trang se estende por uma superfície de 507 km2 e é dotada de 19 belas ilhas. Pegar carona em um barquinho e explorá-las individualmente é uma das atividades preferidas dos turistas. Com uma ampla variedade de corais, a região guarda alguns dos pontos de mergulho mais famosos do Vietnã. Os viajantes costumam se hospedar na cidade de Nha Trang, um popular destino turístico com belas praias de areia fina e dezenas de resorts.
4- Baía de Cartagena – Colômbia
Um dos pontos turísticos mais cobiçados da Colômbia, Cartagena está emoldurada por uma bela baía. Banhada pelo mar do Caribe, a cidade já foi palco de batalhas de piratas ingleses e franceses e serviu de cenário para os romances de Gabriel García Marquéz. Chamado de Cidade Velha, o centro histórico, cercado por muralhas centenárias, tem ruas de paralelepípedos, por onde circulam charretes com turistas.
5- Baía de Mindelo – Ilha de São Vicente, Cabo Verde
A agradável Mindelo, capital da ilha de São Vicente, está localizada ao redor de uma movimentada baía. Sua formação geográfica permitiu que servisse de grande porto natural de águas profundas, chamado de Porto Grande, capaz de receber embarcações de diferentes tamanhos. A cidade agrada aos turistas com suas ruas de pedra, casarões coloniais coloridos, clima ameno e vida noturna animada ao som de ritmos cabo-verdianos, como a morna.
6- Baía de Tadoussac – Quebec, Canadá
Enfeitada pela bela baía, a vila de Tadoussac, na província de Quebec, tem menos de mil habitantes e atrai hordas de turistas. Boa parte dos visitantes vêm interessados em avistar baleias. Algumas espécies menores, como as minkes e as belugas, podem ser avistadas da costa entre novembro e maio. Outras atividades bastante procuradas são os passeios de barco e caiaque e as caminhadas.
7- Praia do Rosa – Santa Catarina, Brasil
Localizada no município de Imbituba, a Praia do Rosa é uma pequena baía com trilhas e mirantes naturais para visualizar toda a beleza local. Distante do centro, atrai um público jovem e surfistas por suas pequenas ruas de terra. De julho a novembro, suas águas servem de morada para as baleias franca, que podem ser observadas de perto em passeios de barcos.
Está mais do que provado que essas baías são maravilhosas e nos fazem relaxar só de olhar para lugares tão calmos e incríveis como esses.
Espero que gostem e que tenham uma ótima sexta-feira!











13/09/2011

TOP 5: Confira os filmes mais vistos no fim de semana!

Os filmes mais procurados do fim de semana (09/09 a 11/09) agradam a todos os gostos. A lista conta com grandes sucessos como a ficção científica “Planeta dos Macacos”, a aventura infantil “Smurfs” e a incrível comédia romântica de “Larry Crowne - O Amor Está de Volta”. 
Abaixo confira um pouco mais sobre cada produção.

 1. Planeta dos Macacos: A Origem (Ficção)



Classificação: 12 Anos
Duração: 106 minutos
Sinopse: A arrogância do Homem deflagra uma cadeia de acontecimentos que leva os símios a ter um outro tipo de inteligência e a desafiar nosso posto de espécie dominante no planeta. Caesar, o primeiro símio inteligente, é traído pelos humanos e se revolta passando a liderar a incrível corrida de sua espécie rumo à liberdade e ao inevitável confronto com o Homem.

2. Cowboys & Aliens (Ficção)
 


Classificação: 12 Anos
Duração: 118 minutos
Sinopse: Em 1873, um estranho sem memória vai parar em Absolution, cidade inóspita para visitantes, dominada pelo medo e comandada pelo pulso forte do Coronel Woodrow Dollarhyde. Mas as coisas pioram com a invasão de seres alienígenas, forçando os homens brancos a unir forças com os índios Apaches contra a ameaça extraterrestre.

3. O Homem do Futuro (Comédia Romântica)
 


Classificação: 10 Anos
Duração: 102 minutos
Sinopse: Zero é um cientista genial, porém infeliz, que odeia a própria vida. Há 20 anos, foi humilhado publicamente na faculdade e perdeu o grande amor de sua vida, Helena. Prestes a ser demitido, Zero aciona, antes de totalmente concluído, o acelerador de partículas mais barato do mundo. O experimento fracassa, mas Zero acidentalmente volta ao passado e se vê diante da chance de alterá-lo e recuperar o amor de Helena.

4. Os Smurfs (Aventura)


Classificação: Livre
Duração: 103 minutos
Sinopse: Gargamel descobre o povoado mágico dos Smurfs e faz com que eles se dispersem na floresta. Desastrado pega o caminho errado e, seguido por outros, entra na gruta proibida que os leva para o Central Park. Voltar para casa é cada vez mais complicado, já que Gargamel os persegue, por isso, os Smurfs resolvem se esconder e são protegidos por um casal.

5. Larry Crowne - O Amor Está de Volta (Comédia Romântica)



Classificação: 10 Anos
Duração: 99 minutos
Sinopse: Larry Crowne era o líder de sua equipe de estrelas da Marinha. Após perder seu emprego, começa uma busca da reinvenção pessoal. Larry volta para a sua cidade natal, e para a sua faculdade onde acaba desenvolvendo uma paixão inesperada por sua professora, Mercedes Tainot.

Ainda não tive a oportunidade de ver nenhum desses filmes, mas todos me parecem ser muito bons. A lista conta com três tipos de gêneros diferentes e com certeza de algum você vai gostar, então corra para o cinema mais perto da sua casa e aproveite enquanto todos esses ótimos filmes estão em cartaz, afinal nada melhor do que um bom filme e uma boa companhia, né?
Uma ótima quarta-feira para todos vocês!